Audi 100

1982-1990 de lançamento




Audi 100
+1.1. Administrações e dispositivos
+2. Características técnicas
+3. Motores
+4. Esfriamento de sistema
+5. Sistema de escape
+ 6. Sistema de provisão de poder
- 7. Transmissão
   +7.1. União
   +7.2. Mechanical drive de apagamento de união
   +7.3. Hydraulic drive
   -7.4. Transmissão
      +7.4.1. Transmissão de quatro velocidades de 014 tipo
      +7.4.2. 013 ou 093 transmissão de cinco velocidades
      -7.4.3. Transmissão de cinco velocidades dos tipos 016 e 012
         7.4.3.1. Remoção e instalação da transmissão
         7.4.3.2. Desmontagem da transmissão
         7.4.3.3. Cabo principal
         7.4.3.4. Desmantelar-se e reunião de um cabo secundário
         7.4.3.5. Reunião da transmissão
      +7.4.4. Mecanismo de gestão de deslocamento de engrenagem de KP de 016 tipo
      +7.4.5. Câmbio automático
   +7.5. Passeio de rodas avançadas
+8. Gerência de engrenagem
+9. Direção
+10. Sistema de freios
+11. Corpo
+12. Equipamento elétrico



fc658ed2





7.4.3.3. Cabo principal

INFORMAÇÃO GERAL

Cabo principal KP 016

1 – caso de transmissão;
2 – carregamento de agulha;
3 – anel de fechadura;
4 – lavador persistente;
5 – roda de engrenagem da 4a transferência;
6 – carregamento de agulha da 4a transferência;
7 – o anel de sincronizador de bloqueio;
8 – anel de fechadura;
9 – sincronizador;
10 – o anel de sincronizador de bloqueio;
11 – roda de engrenagem da 3a transferência;
12 – carregamento de agulha de uma roda de engrenagem da 3a transferência;
13 – cabo principal;
14 – anel interno do carregamento;
15 – carregamento;
16 – anel de fechadura;
17 – cobertura de transmissão;
18 – pino;
19 – lavador;
20 – anel interno do carregamento;
21 – carregamento;
22 – anel interno do carregamento;
23 – anel de fechadura;
24 – colocação;
25 – uma nave com uma grinalda de engrenagem;
26 – o anel de bloqueio do sincronizador da 5a transferência;
27 – anel de fechadura;
28 – uma roda de engrenagem da 5a transferência com o sincronizador;
29 – carregamento de agulha da 5a transferência;
30 – anel interno do carregamento de agulha da 5a transferência;
31 – primavera;
32 – a união instável;
33 – biscoito fino;
34 – nave;
35 – roda de engrenagem da 5a transferência;
36 – biscoito fino;
37 – primavera;
38 – a união instável

A reunião e a desmontagem de um cabo principal executam-se semelhantes a reunião e desmontagem de um cabo principal da 013 e 093 transmissão (subseção de cm 7.4.2.3). Ao mesmo tempo a fenda entre rodas de engrenagem e os anéis de bloqueio correspondentes de anéis do sincronizador 1 e 2o da transferência tem de ser 1,10–1,70 mm, para anéis do sincronizador das 3as e 4as transferências – 1,00–1,70 mm, e para um anel do sincronizador da 5a transferência – 1,00–1,90 mm (fenda admissível mínima – 0,5 mm). De outra maneira o anel de bloqueio tem de substituir-se.